O termo “retrofit” tem entrado no vocabulário de muita gente, principalmente de quem está pensando em reformar uma construção antiga. No entanto, muita gente não sabe muito bem o que essa palavra realmente quer dizer.

Conheça o retrofit, o que significa e qual sua importância.

O que significa retrofit?

Fonte: Casa3 Arquitetura.

Retrofit” não possui uma tradução literal. O termo veio da língua inglesa e significa algo como “atualizar o antigo“, como em uma reforma, mas no sentido de tornar o ambiente mais customizado e adaptado as atividades que são desenvolvidas dentro dele. Não se trata simplesmente de uma reconstrução ou restauração, mas de aperfeiçoar o ambiente sem perder sua essência, de forma a preservar sua história.

A prática do retrofit surgiu na Europa, devido a grande quantidade de construções históricas, e depois migrou para os Estados Unidos. Nestes países, a legislação rígida impede que prédios e construções antigas sejam derrubadas, pois entende-se que a arquitetura é uma parte importante da história e merece ser preservada. Com a impossibilidade de derrubar uma construção antiga ou reformar profundamente nas suas estruturas, o retrofit tornou-se uma opção viável para fazer mudanças no imóvel deixando-o atualizado.

Geralmente, a atualização de um prédio antigo é mais cara do que sua reforma convencional ou a derrubada do imóvel para a construção de um novo. No entanto, quando bem planejada e executada, diminui os custos de manutenção, aumentando as opções de uso dos espaços e prolongando a vida útil do imóvel. Um bom projeto de retrofit sempre busca conservar a história do prédio, através da preservação de suas características, ao mesmo tempo em que insere novas características para tornar a rotina dentro da construção mais fácil e confortável.

O que significa retrofit

Fonte: Casa3 Arquitetura.

Imagine uma fazenda antiga que será transformada em hotel. Será necessário passar por uma série de reformas e atualizações tecnológicas para receber seus hóspedes com o conforto que eles esperam. Para tanto, será preciso instalação de redes elétricas e hidráulicas, elevadores, sistemas de ventilação e aquecimento, adaptação da cozinha, dentre muitas outras coisas, que somente um bom projeto de retrofit poderá conciliar com a arquitetura tradicional do local.

Um prédio antigo que passa por um retrofit passa a ser extremamente valorizado, portanto, o valor gasto em sua reforma pode ser facilmente recuperado. O processo também é bem visto em termos de sustentabilidade, tendo em vista não só a reciclagem e o reaproveitamento de materiais, mas também porque o retrofit permite a instalação de tecnologias sustentáveis no imóvel, o que pode levar a uma valorização ainda maior da construção.

No entanto, apesar de todas as vantagens do retrofit, é preciso estar sempre atento na hora de realizá-lo. Mexer em uma construção antiga requer muito cuidado e pode gerar vários contratempos, principalmente em prédios muito deteriorados, o que pode levar a um gasto ainda maior e atrasos na finalização e entrega da obra. Além disso, a mão de obra precisa ser especializada e, portanto, mais cara, a supervisão dos trabalhos precisa ser mais intensa.

Importância do retrofit

Fonte: Casa 3 Arquitetura.

Também será necessário ter uma equipe de arquitetos que saiba lidar com as legislações que dizem respeito a reformas de construções antigas, pois existe uma série de normas, procedimentos e exigências, além de documentações e autorizações, que precisam ser seguidas para não infringir leis. Portanto, se você precisa de uma equipe para criar seu projeto de retrofit, entre em contato com a Casa3 Arquitetura, que possui os profissionais certos para desenvolver e executar as obras com muita competência e total respeito à arquitetura e história da construção original.

 

Deixe seu Comentário

comentários