Já foi o tempo em que morar em pequenos espaços significava um problema. Com alguns truques é possível se alterar a sensação de amplitude em um imóvel com pequenas dimensões. Veja 8 dicas simples para ampliar visualmente o espaço.

Dicas de decoração

Fonte: Houzz – LUX Design.

Um dos problemas mais comuns nesse caso é a falta de espaço. É claro que se mudar para um lugar maior resolveria os problemas, mas nem sempre esta é uma opção viável. Outra ideia é projetar o espaço de forma que ele pareça maior e mais funcional, algo mais significativo do que uma mudança total.

Confira as 8 dicas simples para ampliar visualmente o espaço, organizadas pela Casa 3 Arquitetura, para que você possa se sentir mais confortável quando estiver em casa:

1. Use tons claros: é impossível errar usando branco nas paredes. Para alguns, o branco pode até parecer simples e chato, mas esse tom ajuda a expandir o espaço visualmente. Se branco não for a sua cor, escolha outros tons claros, como o “off White”, pois eles ajudam a refletir a luz, fazendo com que o espaço pareça arejado e aberto.

2. Use listras verticais: quando queremos uma silhueta mais alongada, uma das opções é usar roupas com listras verticais. Esse tipo de estampa também pode ser usado em ambientes pequenos com o propósito de enganar aos olhos e fazer com que o pé direito pareça mais alto, criando a sensação de o cômodo ser maior na sua altura.

8 dicas simples para ampliar visualmente o espaço

Fonte: Freepik.

Sejam pintadas ou através da aplicação de um papel ou tecido de parede, as listras verticais sempre são uma ótima solução para deixar o espaço parecendo maior. O mais importante é garantir que as listras fiquem realmente retas; caso contrário, elas causam um forte incômodo visual.

3. Use espelhos estrategicamente: os espelhos mudam nossa percepção do espaço, além de também refletir a luz do ambiente. Para maximizar este efeito, você pode colocar um grande espelho diretamente na frente da janela ou até mesmo um em frente a outro para criar a ilusão de espaço infinito.

Só tenha cuidado com as instalações e evite colocar espelhos refletindo objetos que não são agradáveis ao olhar ou em locais que causem incômodo. Além disso, é importante que os espelhos sejam de boa qualidade e não distorçam as imagens refletidas. Isso faz com que o uso do espelho tenha efeito contrário, deixando o cômodo menos agradável.

4. Explore o espaço vertical disponível: nada deixa um espaço mais confuso do que o excesso de móveis. Por isso, ao invés de uma estante tradicional, opte por prateleiras e nichos, por exemplo. Isso não só dá a ilusão de que há mais espaço no chão, como também puxa o olhar para cima fazendo com que seu ambiente pequeno pareça bem maior.

Design de interiores

Fonte: Houzz – Blackbox Design Studios.

5. Pendure mais próximo ao teto: ao pendurar prateleiras e nichos o mais próximo possível do teto, você força o olhar a viajar para cima, dando a ilusão de que o espaço é maior. Para quem tem um espaço pequeno e muitas coisas para guardar, isso é particularmente importante e ainda ajudar a criar uma decoração mais atraente.

6. Compre um mobiliário proporcional e multifuncional: fique longe de sofás enormes e mesas de jantar para 8 pessoas. Se você mora em um espaço pequeno terá que optar por móveis menores e que exerçam mais de uma função, de preferência. Ao invés da mesa de jantar gigante, por exemplo, escolha uma pequena, mas que possa ser expandida quando necessário.

Atualmente, a tecnologia e o design permitem uma infinidade de opções viáveis para mobiliar até o menor dos apartamentos com móveis multifuncionais e bonitos. Além disso, um mobiliário grande em um espaço pequeno torna o local apertado, gerando uma desagradável sensação de claustrofobia.

7. Adicione plantas: as plantas mudam a aparência de qualquer ambiente, pois não só atraem o olhar, como também contribuem no sentido de arejar o espaço com sua produção de oxigênio. É claro que você não vai transformar a casa em uma selva, pois isso a deixará parecendo menor do que realmente é, mas algumas plantas pequenas podem ser o que faltava na sua decoração.

Dicas para decorar

Fonte: Houzz.

Se você é uma pessoa ocupada e que trabalha muito, também não vai querer plantas que exijam muitos cuidados. Por isso, tenha plantinhas que dão pouco trabalho, como é o caso de suculentas e cactos. Elas quase não precisam de manutenção e se mantêm bonitas e viçosas o ano todo, mesmo quando você passa um tempo sem regá-las.

8. Mantenha a bagunça controlada: nada faz seu espaço ficar mais apertado do que a bagunça. Tente sempre recolocar as coisas no lugar logo depois de usá-las, maximizar as soluções de armazenamento e comprar apenas o que você sabe que irá usar. A bagunça e o acúmulo são defeitos que devemos evitar ao máximo quando vivemos em espaços com dimensões reduzidas.

Pode parecer difícil, mas sempre conseguimos nos adaptar e desapegar de muitos itens. Comece separando roupas e objetos que não usa há mais de um ano, pois provavelmente você não irá mais usar. Depois, procure dar um destino a tudo, seja jogando no lixo o que estiver ultrapassado, rasgado ou quebrado ou doando o que está em bom estado.

Ampliar visualmente um espaço não exige muita ciência; basta um pouco de criatividade e uma boa dose de desapego. Evite olhar para os cômodos da sua casa como se eles fossem um problema e mais como um espaço em branco no qual você pode deixar sua criatividade fluir para encontrar as melhores soluções para sua vida.

Deixe seu Comentário

comentários